"Travessia Elevada" para uma mobilidade digna a todos..

Todas as faixas de pedestres precisam ser construídas a partir de um padrão urbanístico adotado como "Travessia Elevada".

Foto da cidade de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa (PB).
Essa infraestrutura acaba criando um mecanismo de controle de velocidade, no qual o pedestre não precisa se humilhar estendendo o braço (pedindo por favor) para atravessar uma via. O alinhamento com a calçada proporciona uma acessibilidade universal, promovendo o trânsito de pedestres, cadeirantes, idosos e portadores de necessidades e até de animais de forma mais segura, confortável e justa, conforme o CTB e a lei de mobilidade estabelecem como prioridade o pedestre nas vias.

Implantar essa infraestrutura condiz com todas as expectativas sobre a dignidade humana em caminhar com segurança. Vias de fluxo intenso de veículos e vias largas podem receber facilmente essa travessia elevada, que é de baixo custo, se compararmos com outras infraestruturas como as passarelas que são inacessíveis na maioria e acabam desestimulando o uso, por não apresentarem uma acessibilidade justa para com todos.

O potencial de segurança é muito grande, visto ás condições que se coloque uma sinalização de advertência e orientação sobre essa infraestrutura, para que os condutores de veículos individuais e poluentes possam ser alertados que a prioridade no trânsito, seguindo a hierarquia da mobilidade é primeiro do pedestres, seguindo pelo usuário de bicicleta e depois o transporte coletivo.

Se você acredita nesse sistema, compartilhe e cobre também dos gestores públicos de sua cidade a construção dessa infraestrutura e que ela passe a se tornar também um padrão urbanístico.


Compartilhe no Google Plus

Sobre Keyce Jhones

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário