Exposição retrata 'Os Cinzas de Manaus', em homenagem aos 346 anos da cidade.


Nesta sexta-feira (23) a Universidade Federal do Amazonas, por meio do Departamento de Artes, dará início a exposição "Os Cinzas de Manaus 346 anos” de Fernando Júnior na Galeria do Centro de Artes - CAUA, na Rua Monsenhor Coutinho esquina com a Rua Tapajós - Centro de Manaus.



A mostra, que estará aberta ao público entre os dias 23 de outubro e 30 de novembro, é uma homenagem aos 346 anos da cidade de Manaus, através de imagens registradas pelo artista plástico Fernando Junior com desenhos, pinturas e fotografias.



A técnica apurada de Fernando Junior, segundo o arquiteto urbanista Dr. Antonio Carlos Rodrigues, está presente em seus desenhos, seja nas nuances de suas belas aquarelas ou na firmeza do bico de pena, entre hachuras e linhas curvas e retas. 


Segundo o escritor e professor José Ribamar Mitoso “a Manaus preto e branca, do Fernando Junior, é mais próxima, talvez, do carvão vegetal usado sobre a soda caustica, que embranquece a celulose, matéria-prima do papel, e gera o contraste que provoca vergonha no modo de ser da civilização ocidental imposta nos trópicos úmidos...”

Através dessa mostra, o visitante vai mudar a ideia que tem em relação a Manaus. Após conhecer essas pinturas, desenhos, fotografias, será impossível ver o Centro da mesma maneira. Manaus com seus 346 anos, talvez tenhamos muito a comemorar, ou não? A maior metrópole do norte, a mais poluída? Será que estamos cuidando do nosso maior patrimônio? 

A entrada é gratuita e o acesso será de segunda a sexta, sempre das 9h às 12h e das 14 às 17h.

Fotografia de Fernando Junior - Reservatório Elevado da antiga COSAMA, obra do arquiteto Severiano Porto.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Keyce Jhones

    Comentar com o Blogger
    Comentar com o Facebook

1 comentários: