Madri: plano de combate a poluição restringe circulação de carros em diversas ocasiões.


No Dia Mundial sem Carro, Madri fechou sua principal avenida para os carros durante quatro horas. Nesse período, a Gran Vía teve todo seu espaço dedicado às pessoas – a pé, em bicicletas ou no transporte coletivo.

A novidade, agora em outubro, é que a experiência de ruas sem carros poderá se estender para vários dias. A capital espanhola planeja colocar em vigor ainda este ano um plano de combate à poluição, que inclui restringir tanto a circulação quanto o estacionamento dos carros quando for atingido determinado nível de concentração de poluentes no ar.

Conforme informações do El Pais, se já estivesse valendo nos últimos cinco anos, a medida teria retirado das ruas até metade da frota de veículos da cidade, em seis ocasiões por ano e durante vários dias seguidos. No caso de Madri, o dióxido de nitrogênio é o único gás cuja concentração ultrapassa os limites fixados pela União Europeia e é emitido, principalmente, pelos veículos a diesel. Para mensurar a quantidade do poluente no ar madrileno, são 24 estações de medições espalhadas na cidade.

As novas normas são rigorosas: se apenas duas estações da região central superarem por duas horas os níveis aceitáveis, começam a valer as medidas previstas para a situação de pré-aviso e, na sequência, de aviso e alerta. No primeiro dia de pré-aviso, é reduzido para 70 km/h o limite de velocidade nas vias de acesso à cidade. No segundo dia consecutivo de pré-aviso ou primeiro dia de aviso, passa a ser proibido estacionar em todas as áreas controladas com parquímetros, à exceção de moradores. Um segundo dia de aviso consecutivo, além de todas as medidas anteriores, proíbe a circulação de metade dos veículos da cidade na região central.

Seguindo esses parâmetros, em 2014 a circulação de carros teria sido proibida em três dias consecutivos. Em 2011, uma semana inteira de proibição teria ocorrido em outubro. Além de diversas outras ocasiões com redução da velocidade e restrição aos estacionamentos. As normas fazem do plano de Madri um dos mais rigorosos no mundo – mostrando que problemas sérios, afinal, requerem medidas igualmente sérias.

Fonte: thecityfixbrasil, via Elpaís
Compartilhe no Google Plus

Sobre Keyce Jhones

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário