Hotel Villa Amazônia promove o resgate do valor histórico em Manaus.


A área do terreno da unidade histórica de nº 315 está em obras para a construção de um anexo que servirá de hotel. O lote não faz fundos com a Rua Monsenhor Coutinho, apenas tem sua testada voltada para a Rua 10 de Julho.

O empreendimento hoteleiro terá 30 apartamentos, de alto padrão e o imóvel histórico faz parte do complexo, nele será abrigada a recepção e o restaurante com mobiliário e atmosfera de época, remontando ao período áureo da borracha. O terreno não abrigará nenhuma vaga de estacionamento para carros. A área que sofreu terraplenagem será composta por um jardim e uma piscina, voltados para um átrio interno. Nenhuma árvore foi removida, e o projeto prevê o plantio de outras espécies nativas para compor o paisagismo.


A unidade histórica recebeu um gasto de R$ 200.000,00 com o projeto e obras de escoramento e reforço estrutural, antes havia risco de desabamento devido as patologias causadas pelas infiltrações e infestação de cupins no madeiramento. Esses gastos não são visíveis, pois são obras internas e estruturais, que garantem a integridade do imóvel para preservação.

Durante três anos, os projetos para a construção do hotel passaram pela análise junto ao IPHAN/AM para que fosse liberada a licença de obra no imóvel histórico. Tanto o IPHAN-AM quanto o IMPLURB seguiram critérios extremamente rígidos na análise do processo e encaminhamento das condicionantes para o desenvolvimento e aprovação do projeto do Hotel Villa Amazônia. A obra só teve início após todas as aprovações junto aos órgãos envolvidos. 

"A situação em que se encontra o imóvel atualmente, em obras, deixou muita gente preocupada, pois como ninguém consegue acompanhar todas as negociações sérias que envolvem empreendimentos em edificações históricas, principalmente por porque em muitos casos há um descumprimento legal dos tramites para intervir em áreas históricas, fazendo com que a sociedade fique assustada", disse Guto Costa, proprietário do empreendimento que está promovendo a preservação deste importante imóvel histórico em Manaus.

Para ele, "a preservação do patrimônio é fundamental para revivermos a história heroica e singular da cidade", pois a sua parte nesse contexto importante de preservação está sendo cumprida de forma rigorosa, dando vida e reabilitando um imóvel antes abandonado há décadas, e que hoje servirá à sociedade como um exemplo de trabalho comprometido com o patrimônio.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Keyce Jhones

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário