Plano de Mobilidade precisa contemplar a vida silvestre.


A cada ano, diversas cidades brasileiras abrem novas vias que cortam a cidade, muitas delas são consideradas rodovias urbanas, por se caracterizarem como vias expressas que promovem maior velocidade para os veículos motorizadas. 

Essas rodovias urbanas são verdadeiras armadilhas, para que animais e até pedestres enfrentem grandes barreiras para tentar transitar e até mesmo atravessar a via, o que ocasiona na maioria das vezes em assassinato.

A cada ano, tanto nas rodovias urbanas, quanto nas estradas mais de 450 milhões de animais são assassinados, não há uma política pública que proteja essas vidas, muito menos dos pedestres que moram em zonas rurais.

Precisamos de um plano de mobilidade mais humano e que proteja a vida, não o bem material chamado veículo.


Compartilhe no Google Plus

Sobre Keyce Jhones

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário