Os custos da economia ao introduzir o uso de bicicletas.


Os cidadãos da Holanda, Hungria, Dinamarca, Suécia e Bélgica são os que mais utilização este meio de transporte diário no Velho Continente. Os benefícios da mudança no ciclismo são grandes, tanto para a saúde, para o bolso, para as vendas, para o meio ambiente e a qualidade de vida nas cidades.
Mas também o mundo das duas rodas têm um peso significativo no aspecto monetário. De acordo com a Federação Europeia de Ciclistas, a bicicleta traz  mais de 200.000 milhões de euros anuais para a economia continental (o PIB maior se configura na Dinamarca). Para fazer esta avaliação, os seus efeitos benéficos sobre a saúde, economia de combustível e menores emissões de dióxido de carbono no ar foram levadas em conta.
Especificamente, os maiores benefícios viriam de poupança na saúde (121,000 milhões), a indústria do turismo (44.000 milhões), melhorando a circulação em auto-estradas (24.000 milhões) e a própria indústria da bicicleta (18.000 milhões de euros) .

Via: GrandesMedios 
Compartilhe no Google Plus

Sobre Keyce Jhones

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário