3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial.




“Os centros históricos desempenham papel de destaque na dinamização econômica, social, cultural e turística de uma determinada localidade e, por essa razão, são núcleos com grande potencial para a geração de riquezas, trabalho e renda”. A afirmação é do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski.
Neste contexto, a entidade promove o 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial, nos dias 11 e 12 de abril. O evento conta com a parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCBPM), além do apoio institucional do Tribunal de Contas da União (TCU).
Para Ziulkoski, o aproveitamento efetivo da potencialidade desses Municípios só existe a partir do estabelecimento de redes de cooperação entre governo, comunidade e iniciativa privada. Isso, com a implantação de políticas públicas voltadas às ações de preservação, promoção e integração com a cidade e com um processo de desenvolvimento local inclusivo e sustentável.
Quem pode participar?A entidade ressalta que podem participar do evento gestores locais que queiram debater uma pauta direcionada aos Municípios tombados como Patrimônio Cultural Nacional e reconhecidos como Patrimônio Mundial Natural e Cultural. O encontro pretende priorizar as discussões com foco nos temas afeitos a essas localidades.
Segundo a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, “nosso principal objetivo é construir juntos os novos caminhos que trilharemos nos próximos anos, por meio de uma política nacional que priorize questões como a sinalização e a interpretação dos sítios, a adequação de infraestrutura e demais estratégias que impulsionem e adequem nossas cidades para receber cada vez melhor os turistas, de forma sustentável e que valorize a cultura como seu maior ativo”.
Fonte: Confederação Nacional de Municípios.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Keyce Jhones

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário